terça-feira, 17 de abril de 2012

Colpo Grosso


A programação da TVI é abaixo de cão, mas a da SIC não tem estado muito melhor. Basta ver a apresentadora da tarde para se verificar da falta de critério que preside às escolhas que por lá se fazem, questão agora agravada com a selecção do júri dos Ídolos.
A Bárbara Guimarães não tem qualificações para um júri daquele género? Não. Mas pior que a sua presença é a do inefável Toni Carreira. Como é que alguém que faz músicas do nível das que ele faz - ainda por cima, não passando algumas delas de descarados plágios - tem capacidade ou sequer autoridade para julgar as capacidades musicais dealguém? A não ser que a SIC ande à procura de um ídolo à semelhança do Toni (já agora e a ser assim, que se não olvide o capachinho).
Mas porque é que eu venho agora com isto? Porque de repente me lembrei dos princípios do canal do Balsemão, e recordei um memorável programa que foi um dos responsáveis pela subida de audiências do canal: o espectacular Colpo Grosso (Água na Boca, em português).
Quem não se lembra da figura sebentolas do apresentador Umberto Smaila?
Quem não se lembra também dos strips das anónimas, algumas delas invocando mesmo a sua condição de donas de dasa, que se apresentavam o concurso?
Quem não se lembra da emoção de ver a roleta rodar, e esperar ansiosamente pelo fruto que iria determinar o decorrer da sessão e dos strips que se iriam realizar. A tômbola a girar e a testosterona a subir.
Isso sim, eram noites memoráveis e que mereciam da nossa parte o sacrifício de ficar acordados até tarde só para assistir àquela frescura toda: mirtillo, limone, arancia, mellone, mandarino, fragola...
Ah! Quantas cassetes VHS eu gastei a gravar o magnificamente kitsch Colpo Grosso!
E por onde andarão elas agora?

28 comentários:

  1. Não me lembro nada disto, mas o bigodinho do macho mata-me.
    Acho que no outro vi uma moça destas ali no Pingo Doce na frutaria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tipo era o máximo, RST. Tinha uma pinta de chulo que nem te conto :)

      Eliminar
  2. Não me lembro de tal programa.
    Se dizes que era memorável, é porque era. Procura e encontra as ditas cassetes :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Memorável para mim, nèspera :) Onde é que já vão as cassetes :)

      Eliminar
  3. Desse não me lembro, só me lembro do tutti-frutti na RTL ihihihi...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lol! Era a mesma coisa São João. Só o nome era diferente. O apresentador tinha um aspecto...Aquilo era o máximo :)

      Eliminar
    2. Então é isso. Tchin tchin, caldo caldo, fredo, fredo...

      Eliminar
    3. Vou pòr um vídeo para se ver a amostra :)

      Eliminar
  4. Puxa! Não me lembro de todo. Mas às tantas é a minha memória selectiva a trabalhar por mim. Assim sendo: amo-te memória selectiva!! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, também acho que às mulheres aquilo não dizia muito, Mesmica :)

      Eliminar
  5. Não me lembro! Mas, quanto ao júri de um certo programa de canções, da TV actual, estou de acordo!*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois! Realmente, não há condições, como dizia o outro, tétisq :)

      Eliminar
  6. Umberto Smaila, um clássico que rivalizava com José Figueiras e Baião nos primórdios dessa estação nos ratings de degredo. Era eu um petiz e já deslindava o que queria dizer Caldo&Fredo ou coisa que o valha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aprendia-se muito com aquilo, Mak. Até algum vocabulário italiano :)

      Eliminar
  7. Não me lembro do programa! Se calhar tinha demasiada fruta para o meu gosto. Quanto a esse com o Tony Carreira, nem vejo... :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar, Tetè. :) E fazes tu muito bem que não vês :)

      Eliminar
  8. Por acaso não me lembro. Era "chiquinina", provavelmente a minha mãe não me deixava ver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As mães são umas tiranas, Vera :)- Mas se fosses rapaz tinha sido pior

      Eliminar
  9. A parte de que realmente gostava, era a do final, em que uma convidada jeitosa, fazia um strip tease integral. Sem varão, mas interessante q.b. :)
    Teenager com as hormonas aos saltos que não tenha visto Colpo Grosso...bem, não sabe o que perdeu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, Troll. Aquilo era muito interessante lol!!

      Eliminar
  10. Eu lembro-me disso. Ou melhor, lembro-me do meu pai ficar fixado ao ecrã (vá-se lá saber porquê). Mas aquilo era bem mauzinho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era mesmo, Anna. Muito pindérico. O que acaba por o tornar giro :)

      Eliminar
  11. Nunca lhe achei piada como achavam os meus amigos. Vá-se lá saber porquê. :)

    Cheguei a rir-me muito sim com o Não se esqueça da escova de dentes (era na SIC, não era?) apresentado pela Teresa Guilherme. Aliás, qq programa apresentado pela Teresa Guilherme é bom, ela tem o condão de "sacar" o melhor dos participantes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esses da TG já vieram depois. Eu esses não via. Tá-se mesmo a ver porquê, que o Colpo Grosso era muito mais giro :)

      Eliminar
  12. há uns tempos lembrei-me da música do genérico desse programa. caiu-me do céu mesmo em cheio na mona e assim como veio foi embora. momentos marcantes da tardo-infância. era muito mau o programa mas foi muito bom :)

    ResponderEliminar

Eu leio todos com atenção. Mas pode não ser logo, porque sou uma pessoa muito ocupada a preencher tempos livres!