domingo, 5 de agosto de 2012

A Minha Conta Bancária Vai Engordar

Estou com grandes expectativas de que a minha prosperidade financeira tenha, dentro de uns tempos, um valioso incremento.
A minha tia Angelina que já é do tempo em que os cães bebiam água de pé, deve ter um pé de meia muito jeitoso. Além de receber a sua pensão, a do falecido tio Jerónimo que morreu há mais de 30 anos e era reformado da GNR, e a renda de 3 ou 4 prédios no centro de Lisboa, é daquelas pessoas que ainda usa folhas de jornal, cortadas em quartos, em vez de papel higiénico. Cá para mim, aquele rabo, já leu mais jornais que muitas pessoas.
Bom, mas a tia Angelina não tem filhos, irmãos e família mais chegada são dois sobrinhos, eu e o Firmino. Ora o Firmino espalhou-se ao comprido aqui há umas semanas.
Eu explico, embora não saiba do que se passou em todos os seus pormenores. A tia Angelina soube que o Firmino ia às Caldas da Rainha e pediu-lhe para lhe trazer qualquer coisa de lá. Segundo o Firmino, o diálogo terá sido mais ou menos assim:
- Mas quer que lhe traga o quê?
- É aquilo que é muito típico de lá. Agora falta-me a palavra. Há tento tempo que não vejo daquilo.
O Firmino diz que insistiu com ela, mas ela não se lembrava mesmo. Claro que o Firmino fez as suas deduções: uma coisa típica das Caldas, que ela já não via há muito tempo, pronto, já sabia o que era, embora tivesse achado muito estranho. Perguntou-me o que achava, e eu concordei com ele:
- Sim, pá, só pode ser isso!
E ele não se esqueceu da lembrança. Aquilo vinha muito bem embrulhadinho, e os olhos da tia Angelina até se riram quando viu o embrulho.
Quando lhe pegou, disse:
- Tão pesado? E a seguir abriu o pacote e ia-lhe dando um treco quando viu o,,,o,,,o coiso de 5 litros . Foi um sarrabulho do caraças que acabou com ela a expulsar o Firmino de casa e a gritar-lhe:
- Tu queres é matar-me do coração, para herdares o meu rico dinheirinho. Mas agora é que não vais ver nenhum, meu salafrário!
Coitado do Firmino, que diz que nem se lembrara sequer do dinheiro da velha.
Afinal, parece que o que a tia Angelina queria era um pacote de cavacas.

11 comentários:

  1. a frase do dia:-"Cá para mim, aquele rabo, já leu mais jornais que muitas pessoas."
    lol

    ResponderEliminar
  2. Essa tia Angelina é cá uma cobra! Ui, ui! :D

    ResponderEliminar
  3. LOLOL eu acho que tu devias era começar a fazer bastante companhia à Tia Angelina não vá ela esquecer-se também de ti na hora h =P


    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Coitado do Firmino! Tão prestável e tem uma engano desses... :)

    Essa tua tia Angelina fez-me lembrar a avó de um amigo meu, que tinha o mesmo rolo de papel higiénico na casa de banho durante anos: era só para as visitas, os familiares já sabiam que tinham de usar do outro papel, escondido atrás da sanita... :D

    ResponderEliminar
  5. Coitado do Firmino! Ele é que deve de ter ficado encavacado!

    ResponderEliminar
  6. eh eh eh se calhar o sarrabulho foi show-off, depois de o Firmino ir embora deve ter esfregado as mãozinhas de contente :D

    ResponderEliminar
  7. Sendo que na minha terra uma cavaca é sinónimo do coiso, o Firmino acertou em cheio.

    ResponderEliminar
  8. Caldas, a produzir histórias de sucesso e desvario familiar há muitos e bons anos :)

    ResponderEliminar

Eu leio todos com atenção. Mas pode não ser logo, porque sou uma pessoa muito ocupada a preencher tempos livres!