domingo, 12 de agosto de 2012

E Quando se Pensava que a Silly Season já tinha fechado...

...eis que de Ferreira do Zêzere, nos surpreendem com uma alarvidade bem à portuguesa.

Num país à beira da falência, qual a nossa prioridade? Bater um record du Guiness, pois claro. E quanto mais imbecil o record, melhor. Mesmo que para isso se esbanjem 130.000€ em ovos, mas mais importante, numa frigideira de tamanho XXXXL e em bicos de gás que nunca mais vão servir para mais nada.
Não há dúvida, pelos vistos a nossa silly season está para durar.


Ah! e claro que conforme palavras do clarividente autarca de Ferreira do Zêzere, hoje por todo o mundo, não se deve falar de outra coisa

37 comentários:

  1. Realmente, a estupidez não tem preço... para tudo o resto, há MasterCard! E mais não digo!

    ResponderEliminar
  2. Formas de o nosso governo aumentar a receita: taxar eventos destes a 80%. Era remédio santo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O governo até incentiva estas alarvidades, São João :)

      Eliminar
  3. Estes tiveram sorte porque o produto que têm para promover são os ovos. Na minha santa terrinha temos um doce típico "Doce de São Gonçalo" que tem forma fálica então o ano passado para o promover fizeram um de 20 metros... Há coisas ainda mais estranhas. Também já tinha indagado acerca desta mania dos portugueses de fazer tudo em grande ( http://riscadoagiz.blogspot.pt/2011/07/os-portugueses-e-sua-mania-das.html ) parece que é genético*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É só uma maneira de lutar com um certo complexo de inferioridade, Tetisq :)

      Eliminar
  4. A nossa silly season é anual, me parece.

    ResponderEliminar
  5. Ele há muito dinheiro, não está é nos nossos bolsos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há mas também não é nos bolsos de quem se lembrou de fazer isto, Amiga da Onça

      Eliminar
  6. Uma parvoíce, de facto. Espero mesmo que os ovos estejam bons, já que a dita vai ser distribuída por instituições.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas olha que eu vi pessoas logo ali a comer. Além disso, nada como um ovo cozinhado de um dia para o outro para provocar problemas gástricos, Nina :)

      Eliminar
  7. Mais de um milhão de calorias, segundo li!

    ResponderEliminar
  8. É o conhecido fascínio pelo Guiness. Incompreensível... :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É aquela questão: a minha é maior que a tua, Palmier :)

      Eliminar
  9. Nunca percebi esta "pancada" em bater recordes :\

    ResponderEliminar
  10. Complexos de inferioridade explicam-se e comprovam-se através destes eventos!!

    ResponderEliminar
  11. Em todo o mundo não se falou realmente de outra coisa!! Eu devo realmente viver noutro [mundo] porque tive de vir aqui para me enteirar destes acontecimentos. Já estava a estranhar não termos nenhum record alarve este ano...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheheh! Realmente toda a gente já tinha sentido a falta, Blue :)

      Eliminar
  12. Estou contigo, Vic. Sempre que ouço falar de mais um record maluco que o nosso Portugal tem o orgulho de vencer fico com urticária... Bem, temos de ser falados por alguma coisa, mesmo não tendo jeito nenhum. É uma necessidade nossa, parece-me...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pior é que ninguém vai ouvir falar disto no estrangeiro, Mam. Achas que alguém ainda liga a coisas deste género?

      Eliminar
    2. Eu acho que não, mas eles acreditam que sim, parece-me...

      Eliminar
  13. É TUDO À GRANDEEEEEE! Imagino o cheiro a ovos! blhec

    ResponderEliminar
  14. De vez em quando damos estes sinais do nosso atrasozinho atávico, da síndrome do Portugal dos pequeninos, pobrezinhos que moram longe mas fazem coisas grandes, nem que seja uma omeleta ou um pão com chouriço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se já viste o que era se ele tivessem antes feito um chouriço gigante. Ou um cacete gigante com chouriço, Margarida :) Daria muito falatório

      Eliminar
  15. Sim, com certeza que hoje não se fala noutra coisa. Aliás, vou ter que me auto-flagelar com muita violência pois ainda não sabia disto até vir ao teu blog.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como vês, não perdeste nada em vires, Wendy :)

      Eliminar
  16. Tens toda a razão.
    Nesta altura não consigo entender porque é que se gasta tanto dinheiro em coisas tão fúteis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem eu. Mas o mistério faz parte das nossas vidas, Marta :)

      Eliminar
  17. A silly season não acaba nunca e no verão até é agravada com umas megalomanias deste género... :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, Teté. Vivemos num país muito divertido, ehehheh

      Eliminar
  18. E alguém comeu aquilo, ou foi tudo para o lixo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vi uma senhora com um bocado num prato e a por-lhe sal (já ia preparada, porque tirou o sal do bolso) e a provar :)

      Eliminar

Eu leio todos com atenção. Mas pode não ser logo, porque sou uma pessoa muito ocupada a preencher tempos livres!